Slider

Google homenageia transexual e ativista pernambucana Brenda Lee

Seguido por 
Publicado em CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Terça, 29 Janeiro 2019 11:46
A página inicial do site traz um desenho de Brenda e da casa onde ela morou, em São Paulo A página inicial do site traz um desenho de Brenda e da casa onde ela morou, em São Paulo Foto: Reprodução Google

Nesta terça-feira (29), se comemora o Dia da Visibilidade Trans. Brenda Lee se destacou pela sua luta pelos direitos LGBTs e contra o HIV nos anos 80.

O Google faz homenagem em comemoração ao Dia da Visibilidade Trans. Para celebrar a data, o Google fez um doodle (logo do site alterado com referências a algo ou alguém) homenageando a ativista e transexual pernambucana Brenda Lee, conhecida pela sua luta pelos direitos LGBTs e contra o HIV nos anos 80. A página inicial do site traz um desenho de Brenda e da casa onde ela morou, em São Paulo

Brenda Lee nasceu Cícero Caetano Leonardo, no dia 10 de janeiro de 1948, na cidade de Bodocó. Aos 14 anos ela se mudou para São Paulo e foi viver no bairro do Bixiga. Desde pequena era alvo de críticas por ser mais “afeminada” que os outros meninos. Ela chegou a adotar o nome Caetana antes de ir para a capital paulista.

Ao chegar em São Paulo, mudou de nome para Brenda Lee. Em 1984, ela acolheu o primeiro portador do vírus HIV na sua casa. Quatro anos depois, firmou convênio com a Secretaria de Saúde para acolhimento e cuidado de soropositivos. A Casa de Apoio Brenda Lee, também chamada de “Palácio das Princesas”, existe até hoje.

Em 28 de maio de 1996, a ativista, então com 48 anos, foi encontrada morta em São Paulo, dentro de uma Kombi. Ela foi assassinada com dois tiros, um no peito e outro na boca.

Em 28 de maio de 1996, Brenda, então com 48 anos, foi encontrada morta, assassinada com tiros na boca e no peito, no interior de uma Kombi, na capital paulista. A polícia prendeu os irmãos Gilmar Dantas Felismino, ex-funcionário da pernambucana, e José Rogério de Araújo Felismino, que na época era policial militar, pelo crime. O motivo do assassinato seria que Gilmar teria tentado aplicar um golpe em Brenda e teria sido descoberto.

Em 2008, foi instituído o Prêmio Brenda Lee, entregue à personalidades que se destacam na luta contra o HIV.

Por: Redação OP9

op9.com.br

gmg9.com.br

 

Ler 59 vezes

bahia

Prefeito discute ações de governo e estragos causados pela chuva

Prefeito discute ações de governo e estragos causados pela chuva

O Prefeito realizou um plantão administrativo na manhã do último sábado (11/05) na Prefeitura de Cam...

Sidebar Ad 1

NEGÓCIOS

Equipe econômica do governo estuda mudanças nas regras do FGTS

Equipe econômica do governo estuda mudanças nas regras do FGTS

A equipe econômica do governo estuda fazer mudanças no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço)....

Sidebar Ad 2

Saúde

Número de curtidas nas redes sociais pode estar relacionado à depressão

Número de curtidas nas redes sociais pode estar relacionado à depressão

Frequência de likes, entre outros comportamentos, refletem gravidade da doença, segundo estudo brasi...

EMPREGOS E CONCURSOS

CCR abre vagas em programa de trainee para Bahia e outros estados

CCR abre vagas em programa de trainee para Bahia e outros estados

O Grupo CCR, companhia com atuação nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aerop...

Sidebar Ad 3

baixe nosso aplicativo

Sidebar Ad 6
Sidebar Ad 4

Nossas Redes

       

 

 

GMG Grupo Mundo Gente

 

 

 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Tane Brasil Tv Ltda

CNPJ 00.440.619/0001-17

Inscrição Estadual 096.483.644

Rua Eldorado 

Parque Real Serra Verde

CEP 42813-172

Camaçari-Brasil

Desde 1995

 

 

 

Parceiros   

 Constrol      Tintas Renove      Grupo Pinheiro